quinta-feira, 26 de Maio de 2011

FRUTO ABACATE


ABACATE


O fruto , de tamanho varíavel é uma baga ovóide ou piriforme, medindo até 20cm de comprimento.
Contém polpa verde, finíssima comestível, que envolve a semente, grande e globulosa. Além de uma pequena porcentagem de ácidos, o abacate possui matérias graxas, proteínas, substâncias minerais, óleo pingue, açuúcar, hidrato de carbono, etc.
Com exeção da banana, o abacate tem quatro vezes mais valor nutritivo do que os outros frutos. Emprego: Prisão de ventre, flatulências, pertubações digestivas, gota reumatismo, afecções dos rins, da pele, do fígado, etc. As cascas são vermífugas, sendo também adequadas para o tratamento de hemorragias, desinterias e bouba.
O chá de folhas por sua vez, é excelente diurético, sendo também eficaz nos seguintes casos: nevralgias, dores de cabeça, catarros, bronquite, diarréia, afecções da garganta, cansaço, dispepsia atônica, rouquidão, tosse, disenteria, etc.


Utilidades Medicinais

Afta -Mastigar folhas tenras de abacateiro. Bem lavadas.

Amigdalite - Gargarejo com o chá das folhas do abacateiro.Combinar com chá de tanchagem para maximizar o efeito

Bronquite - Chá morno das folhas do abacateiro.O efeito é melhor quando se torna esse chá às colheradas misturado com própolis e chá de guaco.Duas a quatro xícaras por dia.

Cansaço - Afirma-se que a folha do abacateiro contém propriedades revitalizantes.Usar esporadicamente o chá juntamente com limão e mel

Diarréia - Caroço tostado e moído bem fino. Dissolver duas colherinhas deste pó em uma xícara de água morna. O efeito é mais potente se, em lugar de água,for utilizado o decocto dos brotos da goiabeira

Digestão,distúrbios da - Recomenda-se o chá das folhas do abacateiro para a dispepsia atônica

Dor-de -cabeça - Compressas mornas com o chá das folhas à cabeça.Convém também tomar este chá

Tosse - Chá das folhas do abacateiro, morno, com mel, tomado aos goles

Verminoses - Lavar e moer bem a casca de abacate, e misturar em partes iguais com casca de limão ralado;acrescentar  mel e tomar em jejum uma colher de sopa.

FRUTA ABACAXI


ABACAXI


O suco de abacaxi é um excelente diurético; a polpa da fruta é constituída de 93% de água, também é rico em fibras solúveis o que confere ao abacaxi ação laxativa suave e natural, ajudando a melhorar o funcionamento do intestino e ajudando também na prisão…

A acidez do abacaxi favorece,na digestão, a absorção de ferro.

Utilidades Medicinais

Anemia - A acidez do abacaxi favorece,na digestão, a absorção de ferro.O anêmico pode, no intervalo das refeições, usar um pouco de suco de abacaxi diluído em água e adoçado com melado de cana.

Diurese - O suco de abacaxi é excelente diurético.

Inapetência - O suco de abacaxi, sem açúcar,tomado em pequena quantidade uma ou duas horas antes da refeição, ajuda a abrir o apetite.

Nefrolitíase - Para auxiliar na eliminação de cálculos, há tratamentos naturais específicos.O suco de abacaxi pode participar juntamente com outros sucos e chás. Pode-se passar alguns dias com dieta exclusiva de abacaxi,e tomar chás como o de quebra-pedra, folha de abacate, cana-do-brejo e cavalinha. Convém, entretanto, seguir orientação médica para cada caso

FRUTA ABIU


ABIU

Sua superfície é amarela. A polpa é gelatinosa e, em geral, de cor gelo, com sabor às vezes doce. O seu fruto maduro ou verde tem um látex que se coagula em contato com o ar e cola nos lábios.Possui as vitaminas B1, B2, B5 e C. Sais minerais: cálcio, fósforo e ferro, este em menor quantidade dentre os três.Seus frutos ingeridos naturalmente são indicados contra pneumonia, bronquite, anemia e desnutrição. Também pode ser usado nos casos de convalescência

Utilidades Medicinais

Inflamações - Aplicar localmente cataplasma do azeite extraído das sementes.

Otite -  Pingar algumas gotas do azeite do caroço do abiu, morno, Infelizmente este azeite não é fácil achar no mercado.

Pulmões, doenças crônicas do - Fazer refeições com a polpa do abiu cozida em água e sal. Utilizar morno, inclusive o caldo, ao qual se pode adicionar mel. Este caldo com mel pode ser tomado ao longo do dia, às colheradas


FRUTA ABRICÓ



ABRICÓ



Utilidades Medicinais

Ácido úrico - Usar abundantemente o abricó, fazendo refeições exclusivas desta fruta.

Catarro - Para as eliminações catarrais em geral recomenda - se fazer refeições compostas principalmente de abricó - do pará; mas não convêm usá-lo em excesso.

Febre - Chá das folhas, não muito forte. Morno, às colheradas.

Hipertensão arterial - Parece adequada a inclusão do abricó - do - pará na alimentação dos hipertensos.

Verminoses - Moer as sementes. Misturar com mel e tomar uma colher de sobremesa em jejum
 



 abricó-do-pará, abricó-selvagem, abricó-de-são-domingos. Possui as vitaminas A, B1, B2, B5, e C.O abricó tem larga aplicação na medicina popular, especialmente no combate a cálculos renais, gota, ácido úrico, arteriosclerose (endurecimento das paredes das artérias), combate todo tipo de tumor, fortalece os dentes, previne a piorreia, hipertensão arterial e a deficiência de vitaminas B1 (tiamina) e C.O fruto tem o tamanho de uma laranja. Sua polpa é da mesma cor da abóbora. O fruto é consumido ao natural, pode-se também fazer doce. Das suas sementes se extrai um azeite que, aplicado no couro cabeludo, evita a queda de cabelos.

FRUTA AÇAÍ


AÇAÍ


Os frutos são mais valiosos que o palmito. Possuem óleos essenciais, ácidos orgânicos, proteínas, fibras, pigmentos e vitaminas A, B1, B2, B5, C, e E. Sais minerais: potássio, cálcio, sódio, ferro e fósforo. 100 gramas da polpa da fruta tem 245 calorias.
 
  • Rico em flavanoides, um poderoso antioxidante que retarda o envelhecimento e reduz a destruição das células;
  • Combate radicais livres (flavanoides que, no açaí, são um aliado das enzimas na captura dos radicais livres);
  • Previne acne e espinhas;
  • Rico em fibras (100 gramas da fruta contêm 4 gramas de fibra);
  • Combate os distúrbios intestinais e a osteoporose;
  • Melhora a circulação sanguínea;
  • Rico em ferro, combate anemias e age no fortalecimento muscular;
  • Rico no antioxidante antocianina, essa substância combate o colesterol, os radicais livres e a arteriosclerose. 

FRUTA ACEROLA


ACEROLA



Possui as vitaminas A, B1, B2, B5 e C (em maior quantidade). Sais minerais: fósforo, cálcio e ferro. Rica em mucilagens que, neste caso, hidratam os vasos capilares, carboidratos 7% e poteínas.Veja a comparação entre a acerola e a laranja. Aqui consideramos 100 gramas, que equivale a 9 unidades de acerola e 1 de laranja. A fruta tem aproximadamente 1800 mg de vitamina C, quantidade bem superior que a encontrada na laranja, que é de apenas 54 mg. A vitamina C da acerola tem uma perda acentuada a partir do momento em que ela se desprende da planta. A necessidade diária de vitamina C em uma pessoa adulta é de 60 mg. Seu suco deve ser ingerido rapidamente, pois a vitamina C se dissipa imediatamente.A vitamina A – que afasta doenças como a cegueira noturna e outras da visão, cuja quantidade diária é de 900 microgramas para os homens e 800 microgramas para as mulheres – está assim distribuída: acerola – 80 microgramas, laranja – 20 microgramas.As maiores fontes de vitamina C em frutas são: acerola, caju, manga (madura), goiaba branca e laranja.A importância da vitamina C no nosso organismo é imensa. Ela é fundamental à síntese do colágeno. Fortalece o organismo para defender-se do ataque de microorganismos. Fortalece o sistema imunológico. É muito importante para os casos de depressão. Quem está com hipotiroidismo necessita também de vitamina C. Ela nos protege contra infecções, doenças inflamatórias, fortalece os vasos capilares e hidrata-os. A absorção do mineral ferro pelo nosso organismo e o equilíbrio e harmonia dos hormônios sexuais dependem da vitamina C. E o ácido fólico só é ativado quando o nosso organismo está nutrido de vitamina C.Quem tem propensão a pedras nos rins não deve ingerir mais que 160 gramas dessa vitamina por dia.

O interesse pela acerola teve início nos anos 40, quando descobriu-se suas propriedades medicinais, principalmente o alto teor de vitamina C, o ácido ascórbico. A partir daí ela foi empregada no tratamento da gripe, afecções pulmonares, controle de hemorragias nasais e gengivais, auxiliando também no tratamento de doenças do fígado, aliviar dores musculares e nas articulações, é bom para a irritabilidade, fadiga, perda de apetite, cicatrizante...

De modo geral, fortalece o organismo como um todo e é eficiente no tratamento de anemia. É indicado na dieta de lactantes e gestantes, crianças e adolescentes , desnutridos e convalescentes físicos. Ufa!!! essa é uma fruta curandeira mesmo! Veja mais...

Ácido ascórbico, proteínas, pró-vitamina A, sucrose, ácido I-málico, ácido pantotênico, carboidratos, betacaroteno, dextrose, niacina, proteína, riboflavina, sais minerais (cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio, sódio, tiamina e vitamina B6. Seu conteúdo em ácido ascórbico (vitamina C) é mais elevado do que em frutas como laranja, limão, abacaxi, araçá, kiwi e morango e menor que o camu-camu.

 

 

FRUTA AMEIXA


AMEIXA

Utilidades Medicinais
Anemia - A ameixa seca é rica em ferro (3,50mg por l00g) e portanto convêm à dieta contra a anemia ferropriva causada por carência de ferro.

Aterosclerose - Incluir copiosamente a ameixa fresca na alimentação. ajuda a prevenir e a amenizar o processo.

Bronquite - Deve - se usar abundantemente a ameixa fresca e ameixa cozida. Misturar mel e própolis ao caldo do cozimento da ameixa e tomar uma colher de sopa de hora em hora.

Constipação intestinal - Tomar a ¨água de ameixas¨: deixar de molho, durante a noite, algumas ameixas e de manhã tomar água e comer  as ameixas.

Resfriado - descaroçar algumas ameixas secas e assar no forno. Quando estiverem bem duras, moê-las finamente. Acrescer uma colher de sopa deste pó a uma xícara de água quente. Pingar algumas gotas de suco de limão e adoçar com um pouco de mel. Tomar quente.

Tosse - Tomar a mesma preparação indicada em resfriado, aos goles
Temos conhecimento de quatro variedades de ameixa, que são: amarela, branca, vermelha e preta. Seu valor calórico em 100 gramas é: 89, 65, 53 e 42, respectivamente. As ameixas possuem carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas A, B1, B2, B5 e C. Sais minerais: potássio 205 mg em 100 gramas, além de fósforo, cálcio, sódio, magnésio, silício e ferro. A fruta também possui hormônios femininos. Fibras (pectina).A ameixa é laxante, anti-inflamatória, diurética, depurativa, alcalinizante e desintoxicante.A fruta é ótima para combater hemorroidas, artrite, gota, reumatismo e nefrite (fruto ao natural como alimento), bem como o colesterol.A ameixa fresca irriga o cérebro, melhora os sintomas da hipocondria. Para inflamações urinárias é melhor utilizar as ameixas-pretas.Quando seca, aumenta a capacidade energética porque passa a conter 50% de açúcares.

FRUTO AMENDOA


AMENDOA

Parte utilizada:amêndoas, óleo das amêndoas.

Indicações: inflamações da pele, calmante da tosse.

Propriedades medicinais:antiespasmódica, emoliente, laxante, purgativa.

Contra-indicações/cuidados: consultar seu médico, visto ser as amêndoas laxativas.

Modo de usar:

-
decocção de dez amêndoas doces (sem cascas). Mergulhá-las em água fervente por 30 segundos, esmagá-las em um pilão. Colocar em uma xícara de leite e ferver por um minuto. Filtrar e adoçar com mel. Beber em seguida. Repetir a dose duas vezes ao dia: brônquios (catarro, inflamações), pulmões (inflamações), tosse e bexiga (inflamações);
- leite de amêndoas: esmagar em pilão 100 g de amêndoas doces, sem casca, com algumas gotas de água e uma colher de açúcar, até ficar uma pasta homogênea. Colocar num tecido e torcer coletando o líquido. Adicionar um litro e meio de água, 100 g de açúcar, algumas gotas de flor de laranjeira. Tomar duas ou três colheres de sopa durante o dia: brônquios (catarro, inflamações), pulmões (inflamações), tosse e bexiga (inflamações);
- pó para lavagem: 150 g de farinha de amêndoas doces, 100 g de pó de sabão branco, 15 g de borato de sódio, 75 g de alúmen em pó, 60 g de farinha de mostarda, 50 g de tanino. Misturar e amassar bem. Colocar uma pitada de pó em uma bacia com água quente e massageando bastante a pele: curar ou prevenir frieiras;
- 60 g de óleo de amêndoas doces: beber: intestinos (prisão de ventre), laxativo.
Nota: para crianças e idosos ou pessoas delicada, reduzir a dose à metade;
-
emulsão ao ovo: uma gema de ovo, 50 g de óleo de amêndoas doces. Bater com um garfo, por cerca de dez minutos. Adicionar, 50 g xarope de alteia (vendido em farmácias) e 10 g de água de flor de laranjeiras. Ingerir em pequenos goles, durante uma hora: rouquidão;
- infuso das amêndoas a 5% dose máxima diária: 50 ml;
- óleo de amêndoa: aplicação sobre o local da inflamação.
- emulsão de óleo de amêndoa, gema de um ovo, açúcar e água: peitoral para infecções pulmonares, tosses antigas. Tomar entre uma colher de chá a uma colher de sopa 3 vezes ao dia.

FRUTA AMORA


AMORA

Partes utiliadas : Raiz, casca, folhas e frutos.

Habitat: Originária da China, onde é cultivada como alimento para o Bicho-da-seda, é planta de grande rusticidade e está aclimatada no Brasil.. História: Trazida por colonizadores europeus e asiá­ticos, não se sabe se não houve boa adaptação ou se a planta é menos comum no país por outros motivos. É relatada como tendo os mesmos princípios ativos da Amora comum.


Princípios ativos: Açúcares; Flavonóides: rutina; Taninos; Mucilagens; Pectina; Peptona; Ácidos orgânicos: ácido málico, ácido cítrico; Vitamina C; Sais minerais; Óleos essenciais; Gomas

Farmacologia: Os princípios ativos são a sacarose, pectinas e a rutina, mas não há informações que comprovem seus resultados

Propriedades medicinais: antitussígena, aperiente, diurética, laxativa, antipru-riginosa, anti-hipertensiva.

Indicações: Afecções da boca, dentes, garganta e pulmão: como antiinflamatória das mucosas do sistema respiratório, peitoral, antitussígena; Afecções da pele: dermatoses, eczemas; erupções: como antipruriginoso; Prisão de ventre-como laxante; Refrescante; Diurético.


Contra-indicações/cuidados: Em diarreia crónica.
Efeitos colaterais:
Aumento do número de evacuações ou diarreia pas­tosa em intestinos com tendência à diarreia.

FRUTO AVELÃ


AVELÃ


A avelã possui 17% de proteínas, 60% de lipídios, 15% de hidrato de carbono (carboidratos). Fibras. 100 gramas de avelãs possuem 680 calorias. Sais minerais: possui 249 mg de cálcio em 100 g, potássio, fósforo, ferro e magnésio. Vitaminas A, B1, B2 e C.

Pela alta quantidade de vitamina B1 e por possuir fósforo, é excelente contra as lacunas de memória, além de ter propriedades preventivas do aparelho urinário. Ótimo alimento para formação de tecidos, massa muscular e força. Mas deve-se mastigar muito bem, para facilitar sua digestão. Melhor ainda é ingerir a fruta triturada. Obtemos também um leite de qualidades excepcionais e manteiga. Consumir 15 a 20 avelãs por dia equivale a uma refeição, pelo alto conteúdo de proteínas e gorduras.


FRUTA BAUNILHA



BAUNILHA


Uma das propriedades mais conhecidas da baunilha é a sua capacidade para prevenir o câncer. A vanilina é um dos ingredientes ativos da baunilha, e já comprovou ter numerosas propriedades contra o câncer. Além de prevenir a mutação das células que origina o câncer, freia o crescimento delas.
Além disso, a baunilha ajuda a prevenir o aparecimento de Alzheimer no cérebro. As células do nosso órgão superior conseguem com o consumo da baunilha aproveitar suas propriedades antioxidantes, as quais protegem as células impedindo o desenvolvimento da doença.
A baunilha tem sido usada no passado para tratar uma ampla variedade de condições, incluindo lesões estomacais e problemas de insônia. Seu óleo essencial também contêm propriedades para tratar a ansiedade e a depressão.

FRUTA BANANA



BANANA

Originária da Ásia Meridional, de onde se difundiu para a África e América- É uma fruta deliciosa nutritiva medicinal.
É um alimento de alto valor nutritivo. Pena que a maioria das pessoas não sabe como ingeri-la para, na verdade, usufruir de todos os seus benefícios medicinais. Uma banana tem 21% de carboidratos, também é rica em proteínas. Sais minerais: potássio (cada 100 gramas possui 400 mg), sódio, fósforo, cálcio, ferro, silício, enxofre. Vitaminas: A, B1, B2, B5, C e E. Fibras solúveis. Tem uma substância chamada triptofano que, no intestino, se transforma em serotonina. Nesse orgão é que se forma o hormônio, responsável pela alegria e bem-estar. É por isso que a banana é também considerada um antidepressivo natural, desde que ingerida de maneira correta.
Utilidades Medicinais

Anemia - A banana não é relativamente, muito rica em ferro, mas tendo em vista sua boa aceitação, que facilita um consumo liberal, 3 a 5 unidades podem contribuir aproximadamente com 20 a 30% da quantidade de ferro requerida para um dia.

Asma - Assar a muda pequena da bananeira maçã, com raiz e tudo, cortada em rodelas.Depois espremer para obter o caldo,misturar com mel de abelha e tomar diariamente um cálice.

Constipação Intestinal - Recomenda-se a banana-nanica( ou banana d'água ou banana caturra).Fazer, em jejum, uma refeição,com esta banana,crua,sem misturar com outros alimentos.Pode-se fazer a "cura de banana"
.
Desnutrição - A banana pode ser incluída no programa alimentar de  convalescentes de desnutrição, haja visto que é alimento rico em calorias e vitaminas. Seria vantajoso incluí-la  na merenda escolar.

Obesidade - Os obesos não devem abusar da banana. É preciso usá-la com regra. Algumas refeições esporádicas exclusivas de banana prata.( 1 ou 2 unidades pequenas são indicáveis).

Paralisia - As doenças neurológicas que levam a paralisias são às vezes tratáveis com vitaminas do complexo B. A banana, como fonte dessas vitaminas é adequada nesses casos como elemento dietético.
 

FRUTA BURITI


BURITI

Descrição : Planta da família das Arecaceae. Também conhecida como miriti, boriti, palmeira-de-vinho, carandaí, guaçu.

Propriedades medicinais: fortificante.

Indicações: anemia, clorose, fraqueza orgânica, reumatismo articular, vermes.


Contra-indicações/cuidados: não encontrados na literatura consultada. Porém nenhuma planta deve ser consumida em excesso e nenhum tratamento deve ser feito sem orientação médica.

                                            






FRUTA CASTANHA PORTUGUESA


CASTANHA PORTUGUESA


 - O castanheiro, árvore da família das Fagáceas, é originário da região do Mediterrâneo. No Brasil, a castanha - portuguesa é mais facilmente encontrada no fim do ano, sendo seu uso tradicional nas festividades desta época  , quando é importada da
Europa.
 
Utilidades Medicinais

Digestão, distúrbios da - Pode - se incluir na dieta um pouco de purê de castanha- portuguesa.


Coqueluche - Chá das folhas da castanheira, por infusão, adoçado com mel. Tomar aos goles.

Diarréia - A castanha é alimento adstringente. Pode ser usada cozida com erva - doce e sem açúcar, em pequena quantidade.pode - se também tomar o chá da casca da castanheira.

Enterite - Mesmo método explicado em diarréia.

Respiratórias, vias, doenças das - Chá das folhas da castanheira, por infusão .

FRUTA CASTANHA DO PARA


CASTANHA DO PARÁ

Além de possuir proteínas, a castanha-do-pará possui as vitaminas A, B1, B2, B5, C e E. Os sais minerais encontrados na fruta são o fósforo, cálcio, ferro e selênio.
A castanha-do-pará estimula a secreção de leite materno. É também muito indicada em regimes alimentares, principalmente os vegetarianos, por estimular a síntese de proteínas no organismo.
Possui uma proteína rara, a excelsina, que é considerada completa como a lactoalbumina, a caseína e outras que pertencem ao reino animal (proteínas do leite).
Ótima no combate à anemia e desnutrição e para memória fraca (comer 2 unidades por dia).
O selênio é um mineral muito importante, previne e combate o câncer de próstata, doenças cardíacas, catarata, degeneração macular, herpes, lúpus. É também necessário para o crescimento e para a absorção de iodo no metabolismo dos hormônios da tireoide.
Recomenda-se a um adulto ingerir 2 castanhas por dia, o que equivale a 60 microgramas de selênio por dia. A ingestão de grandes doses de selênio por dia, isto é, quantidades acima de 400 microgramas, pode ser tóxica.
Outros alimentos que possuem o selênio são o feijão, gérmen de trigo, peixe, ovo, cupuaçu etc.


FRUTA CACAU


CACAU

O cacau possui vitaminas A, B1, B2, B5, e E. Sais minerais: fósforo, ferro, cálcio, além de proteínas. O suco de cacau é feito da polpa que envolve a semente; dela também se faz vinagre, geleia, vinho, iogurte, doces e sorvete. O suco tem sabor semelhante ao da graviola, acerola e cupuaçu. O cacau possui 3 tipos de açúcares: frutose, glicose e sacarose. Há, ainda, uma substância chamada epicatequina, que protege contra o derrame e o câncer, fortalece o sistema imunológico e estimula a produção dos hormônios serotonina e endorfinas.
Da semente sai a matéria-prima da indústria de chocolates que, por meio de uma combinação com leite, açúcar, gordura vegetal, glicose, sal, estabilizantes de ácidos graxos, conservantes etc., resulta em chocolate. Perceba: cacau é diferente de chocolate.
Quem deseja comer chocolate não deveria fazê-lo por mais de 20 a 30 gramas por dia, quando ingerimos chocolate em demasia, engordamos. Para eliminar os efeitos de 100 gramas de chocolate precisaríamos: ou andar por 90 minutos, ou nadar por 60 minutos, ou correr por 60 minutos, ou praticar hidroginástica por 70 minutos, ou praticar sexo por 70 minutos.
A casca do cacau serve para alimentar bovinos, suínos, aves e peixes, além de se fazer fertilizantes e álcool.


FRUTO CAFÉ


CAFÉ


EFEITOS ATRIBUÍDO AO CAFÉ


  1. Café aumenta o estado de alerta (vigília)
  2. Café ajuda e estimula o córtex pré-frontal
  3. Café ajuda a mémoria a curto prazo ( aprendizado)
  4. Os anti-oxidantes do café (ácidos clorogênicos) ajudam na remoção dos radicais livres reduzindo o estresse oxidativo nos tecidos
  5. O café possui compostos que possuem efeito anti-tóxico
  6. Café reduz o risco de cirrose hepática
  7. Café reduz o risco de desenvolvimento de diabetes do adulto
  8. Café previne cálculo da vesícula
  9. O consume de café esta inversamente relacionado com o desenvolvimento de doenças neuro-degenerativas como Parkinson e Alzheimer
  10. O café possui uma atividade genérica protetora contra o câncer
  11. O café protege contra o câncer de cólon, fígado, pele e outros
  12. O café ajuda na prevenção de cáries dentárias
  13. O café possui atividade anti-inflamatória e protetora sobre o sistema cardiovascular
  14. O café possui atividade antagonista opióide (bloqueia o desejo por álcool, tabaco, drogas)
  15. O café possui um discreto efeito anti-obesidade
  16. O café aumenta a performance durante o exercício prolongado (em atletas treinados)
  17. O café ajuda no alívio dos sintomas de asma
  18. O café ajuda a manter crianças hiperativas relaxadas
  19. O café ajuda no alívio dos sintomas da coréia de Huntington
  20. O café ajuda a prevenir a depressão e o suicídio
  21. O café ajuda a reduzir o jet-lag em voos internacionais para o Leste


 

quarta-feira, 25 de Maio de 2011

FRUTO DO CAJÁ-MANGA


CAJÁ-MANGA

Descrição : Planta da família das Anacardiaceae. Também conhecida como taperebazeiro, macucu, cajá, cajazeira, cajá-mirim, cajamanga, cajá-manga, taperebá, tamacoaré, tamaquaré-serrado, cajazeiro tapiribá, acaiamiri, acaíba, cajá-pequeno, cajá-miúdo. A Cajazeira é uma árvore grande e muito frondosa, de caule reto, até 25m de'altura, casca quase sempre brancacenta ou acinzentada, espessa e muito fendida; suas folhas são impa-rininadas, grandes, alternas e compostas de 5 a 9 pares de folío-los opostos, oblongo-elípticos, agudos ou abtusos, grandes, suas flores são perfumadas, hermafroditas, dispostas em grandes pení-culas terminais; seu fruto é drupa de 44mm de diâmetro, sua cor é amarelo-alaranjada, e sua polpa é resinosa, ácida, muito perfumada, comestível e saudável. É planta medicinal também, pois sua casca perfumada é emética e adstringente, constituindo um ótimo vomitório nos casos de febres biliosas e palustres; é também antidiarréica, antidisentérica, antiblenorrágica e antihe-morroidária, sendo que a sua raiz também é anti-hemorroidária. Suas folhas são atacadas e preferidas pelo lepdíptero Attacus aurota Cram., ou seja, um dos nossos "bichos-da-seda" e usadas interna ou externamente, conforme os casos, para febres biliosas, constipação do ventre, dores do estômago, complicações após partos, certas doenças da laringe e dos olhos, refrigerante, estomáquico e ótimo nas diarreias. Do seu fruto fazem-se compotas, geléias e vários tipos de doce. Seu suco é febrífugo, servindo também para fazer sorvetes. Faz-se também com sua polpa um vinho para a cura das uretrites e das cistites. O'decocto dos caroços é aproveitado para a menstruação das mulheres. De sua casca também fazem imagens, amuletos, boquilhas para cigarros, ornatos de capela. Há a crença de que a fumaça exalada quando queimados seus caroços cura as feridas ou úlceras. Outra crença é de que os paralíticos ficam curados se deitarem sobre grossa camada de suas folhas, previamente amassadas em água. É de rápido crescimento. Produz grande quantidade de frutos. É muito cultivada no Brasil, especialmente na Bahia. Há 3 variedades, sendo que algumas são doces e outras ácidas. Fornece madeira branca e de fácil trabalho, usada na marcenaria, carpintaria, marchetaria, canoas, cercas e sua sombra protege as demais plantas que a circundam, dado o seu tamanho imenso.
Parte utilizada: folhas, flores, raízes, frutos.


Princípios Ativos: vitaminas A e C, cálcio, ferro, fósforo, carboidratos, substância tanóide.

Propriedades medicinais: antiinflamatório, anti-hemorroidal, antiblenorrágica, antidiarréica, antileucorréica, antimicrobiana, antiviral, diurética, estomáquica, febrífuga, tônico cardíaco.

Indicações: conjuntivites, diarréia, disenteria, erisipela, hematoma, hemorróida, inflamação dos olhos, retenção de urina, tônico cardíaco, vômitos espasmódicos.
Contra-indicações/cuidados: não encontrados na literatura consultada. Porém nenhuma planta deve ser consumida em excesso e nenhum tratamento deve ser feito sem orientação médica.
Modo de usar:
- casca em decocção: hematomas, emética, adstringente, vomitório (febres biliosas e palustres), diarréias, disenterias, blenorragias, hemorróidas;
- sementes contusas em decocção: retenção urinária;
- infusão das flores: inflamação dos olhos, conjuntivites, tônico cardíaco;
- decocto das flores serve para curar doenças dos olhos e da laringe;
- infusão das flores: dores de estômago, prisão de ventre, febres biliosas;
- frutos: “in natura”, sucos: auxilia no combate à hipertrifia do coração e às úlceras uterinas e vaginais, digestões difíceis, nos vômitos espasmódicos e nas cólicas;
- refrescos, sorvetes, compotas, geléias;
- licor (vinho de taperebá): benéfico nas cistites e uretrites;
- suco dos frutos: estimular o funcionamento dos rins e contra febre;
- decocção das raízes: diarréias, disenteria, hemorróidas, gonorréia (infecção sexualmente transmissível), leucorréia (corrimento vaginal);
- o chá das flores e folhas: aliviar dores de estômago, cistites, inflamações da garganta (efeito antimicrobiano do extrato obtido das folhas sobre bactérias do tipo gram positivas, tais como Staphylococcus aureus e Bacillus subtilis), relaxante do músculo liso e estimulante

FRUTA CAJU



CAJÚ


propriedades e benefícios do Cajueiro se concentram principalmente na Castanhas-de-Caju, que são boas fontes de energia, carboidratos, açúcares, proteínas, gorduras, fibras alimentares, vitaminas do complexo B, vitamina C, cálcio, zinco, manganês, magnésio, ferro, fósforo, fibras, potássio e inúmeros outros nutrientes e substâncias químicas.
O Cajueiro (Anacardium occidentale) é árvore que produz o Caju, fruta que por sua vez fornece a semente conhecida como Castanha-de-Caju, alimento com muitos benefícios e propriedades. O Cajueiro é também conhecido como Anacardo, Acaju, Acajuíma, Marañon, Cashew (inglês), dentre outros nomes populares.
O potássio presente no Caju é útil para o sangue, facilitando o processo de coagulação do sangue e ajudando na recuperação de cortes e feridas, além de beneficiar hemofílicos. As fibras da Castanha-de-Caju ajudam na digestão de outros alimentos. A Castanha-de-Caju tem um alto teor de gordura saudável. Os óleos e gorduras presentes no óleo de castanha de caju (LCC) contêm 54% de gordura monoinsaturada, 18% de gordura poliinsaturada, 16% de gordura saturada e 7% de ácido esteárico. Contêm 75% de ácido oleico, os mesmos encontrados no azeite de oliva. As gorduras monoinsaturadas reduzem os níveis de triglicérides e o magnésio reduz a pressão arterial. Manganês e magnésio são minerais encontrados em outras castanhas de caju. Estes dois minerais ajudam na formação de tecido e células.

 O caju é uma fruta que merece nossa melhor acolhida à mesa . Pertence a família das anacardeáceas, em que se incluem também a manga, amoreira, imbu, a cirigüela e o cajá manga.


Utilidades Medicinais


Afta - Aplicar no local o suco dos brotos do cajueiro.


Calo - Aplicar topicamente, na forma de cataplasma, o suco  das castanhas frescas, várias vezes ao dia.
Escorbuto - Devido a sua riqueza em vitamina C , o consumo de caju é poderoso antídoto contra essa desordem carêncial.


Gripe - Tomar suco de caju


Verrugas - O mesmo procedimento  orientado em calos.


FRUTO CAQUI


CAQUI


O caquizeiro, árvore da família das  Ebenáceas, é originário da China, da Coréia e do Japão.Por alusão à cor do fruto,"caqui" em japonês significa "amarelo escuro".

Utilidades Medicinais
Doença da Bexiga - Fazer algumas refeições exclusivas de caqui, ou de suco de caqui com um pouco de água, sem açúcar.
Cãibras -  Recomenda-se empiricamente, comer dois ou três caquis por dia.
Constipação Intestinal - Fazer algumas refeições exclusivas de caqui. Pode substituir o jantar.Não comer em excesso.
Doenças das Vias Respiratórias -  Recomenda-se cozinhar a polpa do caqui com água em um pouco de
 mel.Mexer bem e tomar meia xícara deste  líquido xaroposo, morno, várias vezes ao dia.

FRUTA CARAMBOLA


CARAMBOLA

A caramboleira, pequena árvore da família da Oxalidáceas, é originária da Índia, tendo sido aclimatada no Brasil.
Utilidades Medicinais

Diurese - O suco de carambola age como um bom diurético, auxiliando na limpeza dos  rins.

Eczema - Convém ingerir diariamente um copo de suco fresco de carambola.

Picadas Venenosas - Embora não substitua os antídotos convencionais, a aplicação externa das
folhas bem amassadas de carambola ajuda a evitar complicações, segundo conceito

Princípios ativos
Ácidos orgânicos, glicosídeos, vitaminas A, C e quantidades razoáveis de vitaminas do complexo B, em sais minerais, como cálcio, fósforo e ferro e fonte de ácido oxálico, pectina, lipídios, esteróis e ácidos graxos dentre outros.

Propriedades

 
Depurativa, hipotensora e antitérmica.



FRUTA CEREJA


CEREJA

Cereja-Selvagem (Prunus serotina) é uma planta também conhecida como Cereja-Preta (Black Cherry), Cereja-Preta-Selvagem (Wild Black Cherry) e Cereja-Preta-da-Montanha (Mountain Black Cherry). Inclui espécies como a Prunus virginiana. Pertence a família Rosaceae.

Usos Tradicionais: asma, bronquites, diarréia, disenteria, dispepsia, insônia, resfriados, tosse, tosse seca.

Propriedades Medicinais: adstringente, antiespasmódico, antitussígeno, carminativo, expectorante, sedativo, tônico amargo, tônico estomacal.

A casca da Cereja-Selvagem é conhecida por ser um remédio natural para tosses. A Cereja é utilizada na medicina popular para ajudar a curar a dispepsia causada por nervos. A prunasina é a substância presente na planta que relaxa os reflexos e diminui a tosse, no entanto, embora auxilie nesta condição, A Cereja-Preta não trata a infecção que pode estar causando a tosse.
Na culinária, a fruta da Prunus avium (a espécie de Cereja mais consumida), como também as frutas da Cereja-Selvagem são consumidas in natura e acrescentadas a bolos, tortas, sucos, licores e vinhos.
A Cereja-Selvagem é composta de glicosídeos (prunasina), benzaldhyde, óleo essencial, cumarinas, gallitannins e resina. As sementes de Cereja são tóxicas devido ao seu alto conteúdo de ácido cianídrico e não devem ser consumidas. A casca consumida em grandes doses é tóxica. A casca não deve ser fervida, mas tão somente macerada em água quente. Pode causar sonolência. Não deve ser utilizada durante infecções severas. As folhas devem ser evitadas de usar interiormente.

FRUTA COCO



COCO

A água de coco apresenta uma associação de substâncias que a tornam especial mesmo quando comparada com bebidas produzidas pelo homen. Ela é rica em vitaminas, minerais, aminoácidos, carboidratos, antioxidantes, enzimas e outros fitonutrientes que ajudam o corpo a funcionar com mais eficiência. Seu conteúdo eletrolítico (mineral iônico) semelhante ao plasma humano garantiu-lhe o reconhecimento internacional como melhor reidratante oral.

Por mais que a característica hidrante dessa bebida seja a mais famosa, os benefícios que ela traz à saúde não param por aí. A água de coco, promove o equilíbrio da química corpórea, beneficiando a saúde como um todo. Ela reduz a pressão arterial e risco de doença cardíaca, previne aterosclerose, facilita as funções renais, protege contra vários tipos de câncer, facilita a digestão, o controle do níveis de glicemia no sangue, a circulação sanguínea, deixa o sistema imunológico mais ativo, possui propriedades anti-envelhecimento e ajuda na preservação de bactérias amigas do organismo.

A água-de-coco gelada mata a sede e afasta o mal-estar causado pelo calor. Mas fique sabendo que ela possui virtudes superiores a essas. Conheça agora muitas dessas virtudes. Aprenda a usá-las em favor da sua saúde e, com certeza, nunca mais você a abandonará.
O coco possui cálcio, ferro, enxofre, silício, fósforo e magnésio. Possui as vitaminas E, C, B1 (tiamina), B2 (riboflavina) e B5 (niacina).
A água-de-coco é rica em potássio e outros minerais. Ela pode ser capaz de retirar o excesso de água do organismo sem alterar a taxa de potássio, como fazem os diuréticos naturais e outros. Combate a hipertensão, purifica o sangue, combate a amebíase intestinal, a arteriosclerose , acalma os nervos, fortalece os pulmões e funções cerebrais, diminui o inchaço no pés, mãos e até mesmo o colesterol. Melhora a saúde da pele. Quando ingerida regularmente é um preventivo natural contra as rugas, sua água é eficaz no combate a todas as enfermidades da bexiga, bastando ingerir pelo menos um copo por dia desse hidratante natural.
O coco verde tem mais água que o maduro e sua polpa é tenra. A água do coco maduro não é indicada para as pessoas com problemas cardíacos e que tenham alta taxa de colesterol no sangue. 100 gramas de coco maduro fornecem 268 calorias, enquanto a água fornece 23 calorias. Como alimento, seu valor é inegável. Possui nutrientes até superiores aos da carne, ovo, queijo, leite, pão etc. A água-de-coco possui substâncias que se assemelham ao leite materno.
Dentre as gorduras vegetais, a de coco é a que possui mais gordura saturada.
O coco é um alimento muito rico em nutrientes. Sua carne (polpa) contém 30% de gorduras, 18 % de carboidratos e 7% de proteínas, além de ser muito rica em fibras. A falta de fibras pode estar ligada a problemas como hérnia de hiato, apendicite, diverticulite, hemorroidas etc.
Por ser um purificador natural do sangue, a sua água é ótima para as pessoas que fazem ou fizeram uso de remédios fortes como antibióticos, anti-inflamatórios (principalmente os corticoides (cortisona) que fazem o organismo reter água) e hipotensores. Quem sofre com cãimbras, reumatismo, fibromialgia, artrose, osteoporose e má circulação deve tomar a água-de-coco

FRUTA CUPUAÇU



CUPUAÇU

O cupuaçu possui as vitaminas C, A, B1 e B2. Sais minerais presentes na fruta: potássio, selênio, cálcio, fósforo, ferro, além de proteínas.

Seu fruto possui pectina, dois aminoácidos em média, 316 mg de lisina e 60 mg de triptofano. O triptofano no nosso estômago se transforma em serotonina, que é o hormônio da alegria e do bem-estar.

Fruta muito saborosa e de cor marrom, o cupuaçu tem a casca dura. Os índios a utilizam como adubo e ela corresponde a cerca de 40% do seu peso. O fruto pesa em média 2 quilos; existem frutos que chegam a pesar em torno de 4 quilos. Cada um tem em média 35 sementes.

Da sua polpa (encontramos no mercado brasileiro e estrangeiro) são feitos sucos, por sinal de ótima qualidade, e cremes, bastante utilizados na culinária amazônica e na paraense. Também é empregada na elaboração de sorvetes, geleias, bombons, iogurtes etc. e tem vasta utilização como cosmético.

Essa fruta brasileira que poucos conhecem é mais uma dádiva da natureza, considerado – assim como a uva (extrato), o pêssego e a maçã – um alimento dos deuses. Atualmente é pesquisado em vários países do mundo, sendo dissecado à procura de seus nutrientes para logo o fazerem sintético. E lamentavelmente os estrangeiros descobriram suas propriedades medicinais antes de nós.

Essa fruta, nativa da Floresta Amazônica, muito consumida pelas tribos indígenas, é encontrada com facilidade na Alemanha, Inglaterra, Japão e França.

O cupuaçu apresenta baixo valor calórico, inclusive 4 vezes menos do que o açaí. Em 100 gramas de cupuaçu há 60 calorias.

As suas sementes são ricas em gorduras e proteínas (presentes mais nas sementes do que na polpa) e possuem uma substância, o cupulate, que é uma espécie de chocolate, que já vem sendo utilizado em substituição ao cacau, assim como a alfarroba. As sementes são transformadas também em pó e utilizadas para fazer leite e manteiga.



FRUTA DAMASCO



DAMASCO

Parte utilizada: sementes, frutos, folhas.
Origem : A área de distribuição natural é um pouco incerta, devido ao seu cultivo extensivo pré-históricos.

Princípios Ativos:
ácido acético, ácido caféico, ácido clorogênico, ácido cítrico, ácido ascórbico, ácido esteárico, ácido glutâmico, ácido linoléico, ácido málico, ácido oléico, ácido pantotênico, ácido p-cumárico, ácido quínico, ácido isobutírico, alanina, alfa-terpineol, amigdalina, beta-caroteno, beta-sitosterol, campesterol, fitosteróis, fenilalanina, folacina, fósforo, geraniol, glicina, ferro, isoleucina, isoquercitrina, kaempferol, limoneno, linalol, licopeno, lisina, magnésio, mirceno, niacina, potássio, quercetina, quercitrina, riboflavina, rutina, tanino, vitamina B6.

Propriedades medicinais: afrodisíaca, antiespasmódica, antiidade, antitussígena, calmante, demulcente, diurética, emoliente, estimulante, expectorante, hidratante, laxante, mineralizante, nutritiva, peitoral, sedativa, tônica.

Indicações: pele, membranas, mucosas, visão, evitar doenças do coração, derrame, catarata, algumas formas de câncer; inibir desenvolvimento de tumores, combate ao envelhecimento, alimentação dos diabéticos, pressão arterial, estabilizar as taxas de açúcar no organismo, evitar deficiência de ferro, bronquite, asma, prisão de ventre e enfisema; incontinência urinária, constipação, disfunções da potência sexual, impotência de origem fisiológica, disfunções do orgasmo, insensibilidade genital, ejaculação precoce, estimulante do sistema nervoso, depressão.

Contra-indicações/cuidados: TÓXICO. O consumo exagerado pode provocar efeitos nocivos em crianças menores de 10 anos e adultos com mais de 50 anos. Contra indicado em casos de diarréia.
As folhas e hastes podem provocar diarréia, dor de cabeça, vômito e náusea. Em excesso, podem causar envenenamento hidrociânico, depressão no sistema nervoso, falhas respiratórias. O glucosídeo amigdalina, presente em seu caroço, pode produzir um veneno de ação muito rápida se misturado com água. A toxicidade reduz-se se o caroço for cozido na panela ou no vapor. A raiz é usada no preparo de um antídoto contra tal envenenamento.

Modo de usar:

- amêndoa triturada (líquido): gotas para dor de ouvido (morno);
- amêndoa: resfriados, tosse, reumatismo, dores, inchações dos pés, prisão de ventre;
- decocção das folhas em gargarejos: afecções da garganta, angina catarral.

FRUTO FIGO



FIGO

__________________________________

Partes utilizadas: Folha, fruto e látex branco.

Propriedades medicinais do figo
A figueira é uma árvore frutífera da família da Ásia Menor, tendo daí se expandido para a região do Mediterrâneo. Hoje acha-se aclimada no Brasil, para onde foi trazida no século XVI. O figo, do ponto de vista botânico, não é o fruto, mas a polpa das infrutescências da figueira.Ajuda a tratar de: Amidalites, anemias, bronquites, calos, coqueluche, debilidade orgânica generalizada, escorbuto, gripes, intestino preso, resfriados, sardas, tosse e verrugas.- Rico em cobre e ferro, indicados para os casos de anemia. Considerado também um bom laxativo.Utilidades Medicinais:
Boca, doenças da
- Comer o figo cozido em leite. Descascá-lo e picá-lo antes de cozer.
Calos - Aplicar localmente o suco leitoso das folhas e ramos da figueira.
Caspa - Macerar figo seco juntamente com sal e limão. Massagear o couro cabeludo com este preparado.
Constipação intestinal - Recomenda-se substituir, ao longo de semanas, pelo menos uma refeição diária por figos.
Expectoração - Cozinhar o figo, descascado e picado, em leite e um pouco de mel. Compor uma refeição com este preparado. Usar quente. O infuso das folhas de figueira é também recomendado.
Feridas - Aplicar localmente o suco de folhas de figo ou a pasta de figo.
Garganta, doenças da - Cozinhar o figo descascado. Com a água deste decocto gargarejar.
Inflamações em geral - Cozinhar o figo, descascado e picado, em água. Fazer refeições exclusivas deste preparado.

FRUTA FRAMBOESA


FRAMBOESA

Usos Tradicionais: anemia, asma, bronquite, constipação, diabetes, dor de cabeça, dor de garganta, febre, fraqueza, gripe, hipertensão, resfriados, solitária, tosse, úlceras, vertigem.

Propriedades Medicinais: analgésico, anti-helmíntico, antibacteriano, antiinflamatória, antioxidante, catártico, diaforético, diurético, expectorante, febrífugo, laxante, nutritivo, refrigerante, refrescante, tônico bronquial.
Partes diferentes da Amora possuem propriedades diferentes. A folha da Amora age como alterativo, analgésico, antibacteriano, antipirético, antiinflamatório, diforético e expectorante. As bagas são um tônico para o sangue, laxativo, nutritivo e refrigerante. A fruta da Amora, bem como as folhas e as cascas são anti-helmínticos e o casca é um antiinflamatório, catártico, diurético, expectorante e dilatador bronquial. Os ramos agem como alterativo, antiespasmódico, anti-reumático e diurético.
Partes diferentes de outras espécies de Amora possuem usos diferentes. A Amora-Branca (Morus alba), possui propriedades renais. Suas folhas são utilizadas na medicina alternativa para curar resfriados, gripes, febres, tosses e dores de garganta. Os frutos são usados para tratar anemias e constipação. Além de propriedades e uso ligeiramente diferentes, as partes da planta possuem propriedades energéticas diferentes também.


 

FRUTA GABIROBA




GABIROBA

E seus frutos, além de saborosos, são também ricos em vitamina C. Nas matas secundárias de sub-bosque, onde a espécie ocorre, os frutos dessa planta servem de alimento para grande número de pássaros, pequenos mamíferos, peixes e até répteis, como o lagarto-teiú, que juntamente com o mono-carvoeiro, representam os dois principais agentes dispersores de suas sementes. Rústica e resistente à poluição, xanthocarpa, planta da família das mirtáceas, a mesma da goiaba e dos araçás.
Descrição : Planta da família das Myrtaceae. Também conhecida como gabirobeira, gabirova, gavirova, goiaba-da-serra, guabiroba-da-mata, guabirobeira, guabirova, guariroba, guarirova, guavira, guaviroba, guavirova; guariroba, guabirá (espanhol).

Parte utilizada: frutos, cascas, folhas.
Princípios Ativos: proteínas, carboidratos, niacina, sais minerais (ferro, fósforo, cálcio), vitaminas do complexo B.

Propriedades medicinais: adstringente, antidiarréica, antidisentérica.

Indicações: cistite, uretrite, diarréia, disenteria.



terça-feira, 24 de Maio de 2011

FRUTA GOIABA


GOIABA


Propriedades medicinais da goiaba
Entre as muitas frutas brasileiras, a goiaba é uma das mais comuns. É uma fruta de grande valor nutritivo. Possui quantidade razoável de sais minerais, como cálcio e fósforo.

Ajuda a tratar de: Diarréias, disenterias, excesso de ácido úrico, feridas, ferimentos diversos, gripes, resfriados, retenção de líquidos.
- Cicatrizante de feridas e usada no combate à diarréia.
- Ajuda a prevenir à acidez do estômago.


Utilidades Medicinais:
DIARREIA- Tomar o chá das folhas tenras da goiabeira ou macerar bem a goiaba verde, cozer, coar em pano fino e aplicar clisteres com este líquido.

Distúrbios da digestão - Recomenda-se fazer refeições exclusivas de goiaba fresca. Pode-se também preparar um chá com os brotos da goiabeira e as folhas da laranjeira azeda


FRUTA GRAVIOLA



GRAVIOLA

 Evitar possíveis infecções e proteger o sistema imunológico é apenas um dos benefícios que vêm sendo percebidos na utilização de compostos feitos com base na graviola. Também foram registradas curas para doenças estomacais, como gastrite e úlcera, e verificou-se que também pode ser usado para o controle da obesidade. Segundo o professor Frazão, a pomada foi testada inicialmente em ratos, cavalos e outros animais com enfermidades semelhantes. Com os bons resultados obtidos, iniciou-se a aplicação em seres humanos.

A fruta utilizada nas pesquisas do cientista maranhense é uma dicotiledônea da família Anonaceae, chamada Anona muricata, original das Antilhas e bastante cultivada no Nordeste do Brasil.
 fruta nada mais é do que a famosa graviola que, chama a atenção por conta do seu peso e tamanho – que pode chegar a oito quilos.
Com sabor levemente azedo, destaca-se também como uma diversificada fonte de nutrientes. Cerca de 100 gramas de graviola fornecem, em média, 60 calorias, 25 mg de cálcio, 28 mg de fósforo e 26 mg de vitamina C – que representa um terço da quantidade diária recomendada.
Dentre as propriedades terapêuticas da graviola pode-se destacar o seu potencial diurético, adstringente, vitaminizante, antiinflamatório e anti-reumático. É boa fonte de vitaminas do complexo B, importantes para o metabolismo de proteínas, carboidratos e gorduras, incrementando o cardápio com vitaminas e minerais.